Dicas de produtividade: entrevista com Vladimir Campos

O Vladimir Campos está na ramo da produtividade há alguns anos.

Ele tem um site super bacana, já lançou um livro sobre como organizar a sua vida com o Evernote, dá palestras pelo Brasil e presta consultoria para empresas e pessoas. Se você não sabe quem ele é, dê uma olhada no twitter dele – tem bastante conteúdo interessante por lá.

Esse moço usa o Evernote desde 2008 e em 2014 se tornou o primeiro consultor certificado da ferramenta aqui no Brasil. O amor não foi à primeira vista (como ele mesmo diz), mas pelo visto foi forte o suficiente para gerar uma união estável super forte.

Chamei ele aqui para poder compartilhar com vocês algumas dicas, pontos de vistas e questionamentos ardentes que vão ser uma mão na hora na hora de organizar a vida e aumentar um cadinho a produtividade.

Puxa uma cadeira e chega mais.

 
 

Vamos começar do início: como e quando você começou a se envolver na área da produtividade e organização? O que você faz hoje em dia?

Faz tanto tempo!

Eu falo um pouco sobre isso no meu livro Organizando a vida com o Evernote, na verdade. Comecei bem cedo, quando estava na faculdade – uma época na qual Internet e computadores eram raridade.

Eu comecei criando sistemas que permitiam o cruzamento de diversas palavras-chaves, inicialmente alimentadas em planilhas Excel e depois em bancos de dados Access. Isso não era eficiente e ao longo dos anos fui estudando mais sobre o tema.

Em paralelo, a tecnologia evoluiu bastante.

Em 2008 descobri o Evernote e comecei a experimentá-lo. Ele acabou se tornado uma ferramenta importantíssima no meu esquema de organização e de produtividade por causa da sua busca poderosíssima. A estrutura de organização do Evernote é extremamente flexível, sem falar que ele está disponível em diversas plataformas.

O meu trabalho hoje em dia é ajudar pessoas e empresas a serem mais produtivas, identificando e sugerindo as ferramentas ideais para cada necessidade.

 

Qual foi o insight sobre produtividade que mais te impactou até hoje? Grande ou pequeno, mas que tenha feito uma grande diferença.

O que mudou minha vida foi aceitar e abraçar a organização cronológica. Já tinha lido muito sobre diversas formas de organização e de acesso a conteúdo, mas foi o Evernote que materializou isso. Lembro exatamente onde eu estava quando aconteceu o “momento eureka”.

Hoje em dia eu aplico as técnicas de cronologia e de organização de conteúdo baseado em cache e uso esse conhecimento para ilustrar as melhores práticas possíveis nos meus cursos e para os meus clientes.

A nossa forma de pensar e agir é cronológica e encadeada.

Os modelos alfabético, numérico ou indentado foram eficientes durante uma época que não era informatizada. No mundo de hoje eles podem representar uma enorme perda de tempo e ineficiência em determinadas situações.

 
download.jpeg
 

Um cadinho dos bastidores agora: como é a sua rotina de organização?
O que você faz para se manter produtivo?

Uso duas fórmulas: o Pomodoro – que me permite ter foco nas atividades que preciso realizar – e o Scrum – porque não acredito em listas de tarefas.

Como disse ali em cima, a nossa vida é cronológica e concatenada. O método Scrum e aplicativos como o Trello reproduzem esse comportamento humano. Falo muito de Scrum e Pomodoro no meu conteúdo online.

 

Sabe aquele velho risco que a gente corre de passar tanto tempo organizando os próprios sistemas, métodos e planejamento que acabamos não fazendo absolutamente nada? É um risco bem palpável hoje em dia, ainda mais levando em conta a quantidade de informações disponíveis pela internet. Isso já aconteceu com você? Se sim, como você lidou com isso?

Lembro de um professor de química da escola dizendo que o universo tende à desordem. Basta olharmos ao redor para poder confirmar isso. O ato de organizar parece que drena mais energia da gente do que se deixássemos tudo desorganizado.

O que muitos não notam é que o preço será cobrado no futuro.

Colocar cada coisa no seu lugar significa não perder um tempão procurando por ela depois. Mas o segredo é equilibrar essa energia. Excesso de organização e foco demais nos métodos pode gerar ineficiência se ficarmos preocupados demais com o processo.

Tento sempre lembrar disso. Se eu estou perdendo tempo demais com os métodos eu paro tudo e revejo as coisas. Percebi também que simplificar as coisas ajuda bastante, então fui me tornando cada vez mais minimalista. Tenho poucas coisas, poucos aplicativos e tento dar o máximo de funções para cada coisa.

Isso é algo que também me agrada bastante no Evernote. Ele me permite fazer um monte de coisas em um aplicativo só.

 

 
 

 

Qual é o maior mito de produtividade e de organização que existe por aí hoje em dia? Algo errado no qual muitas pessoas ainda acreditam.

Para mim não faz sentido organizar a vida inteira em pastas, caixas e armários.

Eu adoro a analogia das bonequinhas russas. Imagine um armário cheio delas, perfeitamente ordenadas. Agora imagine que você usa muito a boneca que está dentro de todas as outras, lá no fundo do armário. Essa organização não faz o menor sentido, sabe? Mas deixar tudo bagunçado também não vai funcionar.

O eficiente é manter as coisas próximas de lugar onde elas são mais necessárias.

Se você costuma usar muito o aspirador no tapete da sala, o ideal é ter os sacos de aspirador em uma gaveta ali perto, e não em uma caixa com produtos de limpeza na área de serviços.

Na minha mesa do escritório eu tenho um pote com os cabos e adaptadores que mais uso. Quando acaba a pilha do teclado, estendo a mão, pego uma nova, coloco a gasta no recarregador (que também está no pote) e volto a trabalhar imediatamente. Faço isso em segundos! Imagine o gasto de energia e ineficiência geral se eu precisasse levantar, abrir um armário ou gaveta e procurar por uma pilha e depois pelo recarregador. O mesmo vale para o cabo USB do microfone que eu uso para gravar os vídeos podcast, recarregar o Kindle e o telefone.

 

Vamos falar do futuro um pouquinho: para você, qual é a próxima grande tendência no campo da produtividade pessoal? De que forma a nossa relação com a organização vai mudar ao longo dos próximos anos?

Inteligência artificial é o futuro e as coisas vão mudar muito rápido.

Quem não se ligar nessa onda vai perder um trem passando em alta velocidade. Já está acontecendo por toda parte. O Watson da IBM já está ajudando médicos a realizarem diagnósticos, carros estão andando sozinhos pelas ruas e o Google parece adivinhar tudo que precisamos fazer.

Isso tudo se aplicará à organização e produtividade. Lembra que falei que organização alfabética, numerada e indentada são coisas do passado? Pessoas que usam o Gmail dependem 100% da busca para encontrar conteúdo. Organizar em pastas gasta mais tempo que usar a busca, simplesmente porque a busca está ficando cada vez mais excelente.

Outro exemplo são as nossas fotos. Sou de uma geração que organizava tudo em pastas e subpastas de acordo com os meses, dias e locais. Hoje isso é uma enorme perda de tempo. Outro dia eu precisei de uma foto da minha antiga bicicleta e bastou digitar essa palavra para o Google encontrar todas as minhas fotos relacionadas. O mesmo vale para os lugares que visitei, as pessoas que aparecem nas minhas fotos, etc. É fantástico.

No futuro, a inteligência artificial será um enorme companheiro para a organização.

 

Qual é o livro sobre produtividade que você mais gosta? Porquê?

Não costumo ler sobre produtividade. Normalmente leio um ou outro sobre os métodos e, nesses casos, prefiro ler os que foram publicados pelos próprios criadores. Assim eu entendo a história que os levou a criar aquele método.

Gosto muito de ler livros sobre sobre comportamento humano, inteligência artificial e estatísticas ligadas aos métodos de organização. Penso que conhecer e entender bem o ser humano é algo mais produtivo e serve para encontrar quais são as melhores técnicas que podemos usar.

 

Para finalizar com chave de ouro conta pra gente qual tem sido a sua maior maior dificuldade nos últimos tempos. Qual aspecto da sua própria organização e produtividade você precisa melhorar?

Lembra da cronologia? Eu acho essencial ter a vida organizada em torno do tempo e sinto muita falta de uma boa integração do Evernote com os calendários. Já entrevistei muita gente que encontrou alternativas, mas o que mudaria minha vida seria ter um calendário dentro do Evernote. Ou uma integração melhor com o Google Calendar, por exemplo.

 

Muitíssimo obrigada pelas suas respostas, Vladimir! Elas vão ajudar as pessoas que também estão no caminho da organização. Como que as pessoas podem te encontrar?

Eu é que agradeço a oportunidade!

Todo meu conteúdo está distribuído entre artigos, podcast e vídeos no YouTube e tudo pode ser encontrado no meu site. Ainda esse mês haverá um curso em Brasília e em dezembro estarei em Goiânia.


💃 CURTIU? AQUI TEM + IDEIAS BACANAS PARECIDAS, Ó: