IMG_3816.jpg

fluir:

 

workshop para mulheres

 

O encontro com o subterrâneo


 

 encontra a sintonia da organização.

 

A fotógrafa paulista Camila Fontenele, que encabeça um workshop de autoconhecimento só para mulheres, me propôs fazermos um curso juntas – unindo a delicadeza e o mergulho da fotografia da com a organização fluída para fazer essa arte ser ainda melhor.

E essa é a nossa proposta. :)

 
 

QUAL É A IDEIA DO CURSO?

Unir os conhecimentos (aparentemente antagônicos) da sutil vida artística e do autoconhecimento com a clareza e a lógica da organização – de um jeito que proporcione, é claro, cada vez mais autenticidade & confiança em si mesma.

O curso é possui 6 horas de duração e ele será dividido em duas etapas de três horas. Na primeira, a Camila vai cuidar da parte mais sensível do curso, propondo exercícios e conversas que, nas suas próprias palavras: instiguem as participantes a partirem em uma jornada de autoconhecimento e a explorarem as suas percepções sobre o mundo e que proponham, também, um olhar mais profundo para dentro do feminino - o abstrato, a intuição, a poética. 

Na segunda parte, conduzida por mim, a gente vai fazer a ponte prática & teórica entre o mundo artístico e a sua rotina.

De que forma você pode continuar acessando a intuição& e a sua voz poética no dia-a-dia, de uma forma humana e flexível, porém comprometida e justa? Quais são as boas práticas que nos permitem viver na interseção (maravilhosa) do mundo abstrato com o mundo prático? De que modo você pode ter o melhor dos dois mundos?

Esse é um curso para fotógrafas profissionais, amadoras ou entusiastas – ele cabe e ajuda à todas!

 
 

DETALHES PRÁTICOS

 

preço
$ 340,00
transferência bancária ou
pago pelo Paypal (em até 3x)

data
sábado
16 de junho
de 10:00 às 17:00

local
Copacabana
R. Xavier da Silveira
número 45, sala 1.102


 
 

PROGRAMA DO CURSO

 

CAMILA FONTENELE

Exercício de apresentação:
o cristal dos sonhos e os arquétipos;

Conteúdo sobre retrato, narrativa fotográfica e referências de mulheres artistas;

Exercício de retrato.

ANA CAROLINA

Qual é o seu horário dourado? Papo e teoria para conhecer melhor o seu organismo;

A magia dos blocos de tempo para organizar a sua semana de forma flexível e focada;

Hábitos básicos para manter a semana organizada.


WhatsApp Image 2018-04-22 at 21.27.03.jpeg
WhatsApp Image 2018-04-22 at 21.24.08.jpeg
 
 

As professoras

 para ver o site da Camila, é só  clicar aqui .
 

ANA CAROLINA QUEIROZ

A maioria já me conhece, mas acho justo me apresentar de novo para as novas visitantes e possíveis alunas, né.

Sou carioca, tenho 27 anos e criei o Eu Organizado há quase dois anos para colocar para fora essa energia imensa que sempre despejou de dentro de mim: o amor pela organização e pelo planejamento. Me formei em Letras, originalmente, e clicando aqui você pode descobrir alguns fatos estranhos sobre mim, se quiser.

Eu não exerço a minha área hoje em dia, mas estou bem mais feliz com o que preenche a minha semana: consultoria online e cursos presenciais para ajudar as pessoas a se reestruturarem, alinharem de novo os seus projetos e colocarem as suas ideias em prática.

A ideia de unir conhecimentos opostos e tão complementares assim (a vida artística sensível e a assertividade da organização) é maravilhosa e eu estou muitíssimo feliz de estar criando essa experiência pra vocês junto com a Camila. :)

CAMILA FONTENELE

Sou natural de São Paulo e atualmente resido no interior do estado na cidade de Sorocaba. Me formei em Comunicação Social: publicidade e propaganda na Uniso e fiz pós-graduação em Cinema, TV e Vídeo, no Centro Universitário Belas Artes de São Paulo. 

Como linguagem, a fotografia surgiu em minha vida por meados de 2007, durante um workshop na Oficina Cultural Grande Otelo. Porém, só assumi o posto de freelancer em 2012.  Trabalhar com a imagem me proporciona vivenciar o mundo por outro prisma, a fotografia é a ponte de comunicação entre o meu eu mais profundo e o outro. Acredito também que através dela, além de registrar o que me rodeia, consigo criar narrativas da minha própria história e cura.

Sou uma mulher que encontra força na lapidação da própria sensibilidade – é quando eu abro a porta do meu coração para o mundo que as respostas chegam! 

 
Sintonia_umapoesiavisual_0022.jpg